Todos os professores conhecem a velha história: o aluno começa a praticar o seu instrumento sem metrónomo, passado algum tempo não é capaz de manter uma pulsação, sentir uma subdivisão e, o pior de tudo, comete erros sem se aperceber. Para além disso, um aluno sem metrónomo não pode usar os exercícios habituais de prática passo a passo com incremento/decréscimo de tempo.

As justificações costumam ser muitas, mas a mais comum costuma ser... é caro! Compreendo que a situação financeira de algumas famílias seja bastante complicada, assim fiz uma pesquisa e consegui encontrar um metrónomo por 3€ e 60 cêntimos, já com portes de envio.

Uma pequena pesquisa no ebay revelou algumas opções low cost, convém sempre seleccionar a opção Free Shipping e Buy Now para não ter surpresas desagradáveis.

Fiz um video demostrando as funcionalidades

Votos de um uma boa sessão de prática, e agora, visto que já não têm qualquer desculpa...

SEMPRE COM METRÓNOMO

 

 

 

Aproveitando a minha passagem por Lisboa, dia 10 de Dezembro de 2016 estive a ouvir alguns alunos na Escola de Música do Conservatório Nacional. Apresentaram um bom nível e, acima de tudo mentes abertas o que é essencial para uma evolução consistente!

A Edição de Dezembro de 2016 da Newsletter da Associação Internacional de Trompistas publicou uma série de artigos em que Portugal tem destaque.

Um deles menciona informações sobre as minhas obras para trompa Obras para trompa de Ricardo Matosinhos

 

O livro Thoughts on Playing the Horn Well da trompista norueguesa Frøydis Ree Wekre já havia sido traduzido para alemão, francês, checo, polaco japonês... faltava mesmo português!

A versão portuguesa acabou de ser lançada pela editora AvA Musical Editions com o nome Reflexões sobre como tocar bem trompa. A tradução esteve a cargo de Sofia Gomes (minha esposa) e contou com a minha colaboração nos aspectos mais técnicos da trompa, na capa e nos excertos musicais. Foi para mim uma enrome honra poder acompanhar de perto este projecto que abre a porta para que todos os falantes da língua portuguesa possam conhecer as relexões desta grande pedagoga sobre aspectos como o aquecimento, embocadura, prática e muito... muito mais...

Recomendo vivamente a leitura deste livro a todos os trompistas, profissionais, amadores, alunos (e aos pais dos alunos também!)

Dia 19 de Dezembro serão estreadas duas obras minhas no ClarMeet.Porto’16,  6º Encontro Internacional de Clarinete da Associação Portuguesa do Clarinete que decorrerá no Conservatório de Música do Porto.

Pelas 12:00 será estreada a obra The Human Puppet, op.70 para Clarinete e Percussão (steel drum alto e cajon) com bailarino(a) opcional, dedicado ao ClapDuo, duração ca. 6’15’'
Cândida Oliveira - Clarinete, Bruno Costa - Percussão com a participação especial da bailarina Carla P. Loureiro
Trata-se de uma obra que leva à reflexão sobre a condição humana e o livre arbítrio, criando uma paisagem sonora de uma marioneta humana, ilustrada  por uma bailarina.

À tarde, pelas 15:15 será a vez da obra R u tall king tummy?, op.69 para sexteto de clarinetes e bateria, que será interpretada pelo Black & White 6tet a quem foi dedicado.
É uma enérgica obra que mistura as sonoridades dos blues e da música do mundo que certamente fará as delícias do público.

Serão dois concertos a não perder, numa agenda bem recheada de actividades organizadas pela APC.