Peça obrigatória do IV Matosinhos’ International Youtube Competition

Publicado em Novembro de 2016 pela AvA Musical Editions 

Dur: Ca.6 min

Esta obra é o resultado de uma encomenda da AJBFM - Associação Juvenil de Bandas Filarmónicas do Minho, escrita para 13 instrumentistas: flautim, 5 flautas em Dó e 11 garrafas afinadas. A estreia esteve a cargo dos flautistas do estágio “Sopros do Minho 2016,” na cidade de Barcelos sob a direcção do flautista Marco Pereira. Escrevi esta obra para ensemble de flautas com garrafas, por um lado, para adicionar notas mais graves, que não existem na tessitura da flauta em Dó, por outro, pelo aspecto pedagógico e semelhança de produção sonora de ambos os instrumentos. Esta peça está escrita como uma fantasia, principiando com uma secção mais lenta apenas com garrafas, seguida de um solo de flautim que conduz gradualmente ao aparecimento das restantes flautas. Um corte abrupto conduz-nos a um ambiente enérgico inspirado por viagens de piratas. O tema de piratas, de carácter improvisativo, ganha de seguida contornos jazzísticos e desagua num ambiente tropical, inspirado pela música Sul-americana. No final da peça, entre outras surpresas, todos os flautistas ficam a tocar apenas na cabeça da flauta numa animada secção contrapontística.