Imprimir

A resistência muscular é essencial para a vida de um trompista e condiciona muitas vezes a forma de tocar.

Tente o seguinte exercício e verá resultados mais rápido do que espera:


-Faça um bom aquecimento
-Estude normalmente até começar a sentir-se cansado (é importante que estude normalmente e nada diferente do habitual).
-Agora, se por exemplo começou a sentir-se cansado passados 20 minutos significa que encontrou a sua barreira...

-No dia seguinte faça um bom aquecimento e estude apenas 15 minutos, descanse 10 minutos, estude 10 minutos, descanse 10 minutos, estude 5 minutos. Pode parecer estranho, mas de facto, provavelmente ainda não se sente cansado e já estudou 30 minutos (mais 10 minutos do que no dia anterior).
[Repetir este procedimento durante uma semana]

-Na semana seguinte, faça um bom aquecimento e estude apenas 20 minutos, descanse 10 minutos, estude 15 minutos, descanse 10 minutos, estude 10. Provavelmente ainda não se sente cansado e já estudou 45 minutos (mais 15 minutos do que na semana anterior).
[Repetir este procedimento durante uma semana]

-Na semana seguinte, faça um bom aquecimento e estude apenas 25 minutos, descanse 10 minutos, estude 20 minutos, descanse 10 minutos, estude 15. Provavelmente ainda não se sente cansado e já estudou 60 minutos (mais 15 minutos do que na semana anterior).
[Repetir este procedimento durante uma semana]


Continue com este padrão até obter a quantidade de resistência necessária.


Quando digo para descansar 10 minutos, não significa necessariamente parar de estudar. Pode optar por fazer uma pausa e beber um sumo de laranja, cantar algumas passagens, ler um livro, etc...
Se, por ficar doente, ou por qualquer outra razão, tiver que parar de tocar durante alguns dias, deverá recomeçar este processo até encontrar o seu ponto de ruptura.
O Mais importante de tudo isto, pelo menos nas sua sessões de estudo, não chegue ao ponto em que não consegue tocar mais por estar demasiado cansado. Depois de encontrar os seus limites, estude apenas até quase os alcançar, continuando a "empurrar" os seus limites todas as semanas!

Este processo é muito simples, mas de facto funciona!

NOTA: Por vezes num concerto, tem que tocar para além dos seus limites, é um trabalho difícil, mas alguém tem que o fazer...

Mas, pelo menos nas suas sessões de estudo diário, deverá ser capáz de o controlar..